Cotton Candy

"Para saber quem somos, basta que se observe o que fizemos da nossa vida. Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que você diz ,com todo respeito - é apenas o que você diz."
website hit counter
website hit counters
Ask  
  • Photo
  • Photo "Às vezes, confiar demais em alguém é deixar de confiar em si mesma. Esperar demais de alguém, pode fazer você se decepcionar bastante e perder muito tempo. Nunca viva sua vida esperando que alguém que você goste faça tudo que você quer, porque isso nunca acontecerá. Em algum momento, você irá perceber que esses planos são impossíveis e que sentimentos mudam. Nunca corra o risco de perder você.”

    "Às vezes, confiar demais em alguém é deixar de confiar em si mesma. Esperar demais de alguém, pode fazer você se decepcionar bastante e perder muito tempo. Nunca viva sua vida esperando que alguém que você goste faça tudo que você quer, porque isso nunca acontecerá. Em algum momento, você irá perceber que esses planos são impossíveis e que sentimentos mudam. Nunca corra o risco de perder você.

  • Photo Eu passei metade da minha vida sonhando com o cara perfeito, o famoso príncipe encantado, mas ai vc apareceu.Cabelos bagunçados,braços tatuados e calças rasgadas, tão longe de ser o cara perfeito,  mas tão lindo a sua maneira.Tudo fluiu tão bem…era como se já nos conhecêssemos a anos.O tempo passou e tudo continuou maravilhosamente bem, as vezes como todo casal temos nossas briguinhas, mas eu sabia desde o inicio que não eramos  uma aventura e nem românticos idiotas passageiros.Somos de verdade e assim será.Você sempre vai ser meu e eu serei sua.

    Eu passei metade da minha vida sonhando com o cara perfeito, o famoso príncipe encantado, mas ai vc apareceu.Cabelos bagunçados,braços tatuados e calças rasgadas, tão longe de ser o cara perfeito, mas tão lindo a sua maneira.Tudo fluiu tão bem…era como se já nos conhecêssemos a anos.O tempo passou e tudo continuou maravilhosamente bem, as vezes como todo casal temos nossas briguinhas, mas eu sabia desde o inicio que não eramos uma aventura e nem românticos idiotas passageiros.Somos de verdade e assim será.Você sempre vai ser meu e eu serei sua.

  • Photo "Pode falar, não me importa.O que tenho de torta eu tenho de feliz.Eu vou cambaleando de perna bamba e solta.Nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho que hoje eu passei batom vermelho.Eu tenho tido a alegria como dom, em cada canto eu vejo o lado bom…” Mallu Magalhães

    "Pode falar, não me importa.O que tenho de torta eu tenho de feliz.Eu vou cambaleando de perna bamba e solta.Nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho que hoje eu passei batom vermelho.Eu tenho tido a alegria como dom, em cada canto eu vejo o lado bom…” Mallu Magalhães

  • Photo Sou imatura, egocêntrica e debilmente iludida por uma auto-estima analgésica de efeito rebote. E dane-se. Um dia o meu amor verdadeiro chegará e será diferente de tudo isso e nós vamos chorar de emoção por ter valido a pena não sangrar até a morte nos insistentes e rotineiros momentos de angústia e nada e vazio e solidão e inconformismo. (Tati B.)

    Sou imatura, egocêntrica e debilmente iludida por uma auto-estima analgésica de efeito rebote. E dane-se. Um dia o meu amor verdadeiro chegará e será diferente de tudo isso e nós vamos chorar de emoção por ter valido a pena não sangrar até a morte nos insistentes e rotineiros momentos de angústia e nada e vazio e solidão e inconformismo. (Tati B.)

  • Text Sabe, no fundo eu sou um sentimental. Todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dosagem de lirismo. Mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em torturar, esganar, trucidar, o meu coração fecha os olhos e sinceramente chora…

    Chico Buarque

  • Photo ”(…)Você passa a vida cego para poder viver. Porque enxergar tudo de verdade dói demais e enlouquece, e louco acaba sozinho. Vão querer te encarcerar numa sala escura e vazia, ninguém quer ter um conhecido maluco que lembra você o tempo todo da angústia da verdade e de ter nascido. Você passa a vida cego, mentindo, fingindo, teatralizando o personagem que sempre vence, que sempre controla, que sempre se resguarda e nunca abre a portinha da alma para o mundo. Só que a sua portinha um dia vira pó, e você morre sem nunca ter vivido, e você deixa de existir sem nunca ter sido notado. Você é mais uma cara produzida na foto de mais uma festa produzida, é um coadjuvante feliz dessa palhaçada de teatro que é a vida. Você aceitou tudo, você trocou as incertezas da sua alma pelas incertezas da moça da novela, porque ver os problemas em outros seres irreais é muito mais fácil e leve, além do que, novela dá sono e você não morre de insônia antes de dormir (porque antes de dormir é a hora perfeita para sentir o soco no estômago). Você aceita a vida, porque é o que a gente acaba fazendo para não se matar ou não matar todos os imbecis que escutam você reclamar horas sem fim das incertezas do mundo e respondem sem maiores profundidades: relaaaaaaaaaaaaxa! Eu não vou fumar, eu não vou cheirar, eu não vou beber, eu não vou engolir, eu não vou fugir de querer me encontrar, de saber que merda é essa que me entristece tanto, de achar um sentido para eu não ser parte desse rebanho podre que se auto-protege e não sabe nem ao certo do quê. Eu não vou relaxaaaaaaaaaaaaaaaaaar.” — Tati Bernardi

    ”(…)Você passa a vida cego para poder viver. Porque enxergar tudo de verdade dói demais e enlouquece, e louco acaba sozinho. Vão querer te encarcerar numa sala escura e vazia, ninguém quer ter um conhecido maluco que lembra você o tempo todo da angústia da verdade e de ter nascido. Você passa a vida cego, mentindo, fingindo, teatralizando o personagem que sempre vence, que sempre controla, que sempre se resguarda e nunca abre a portinha da alma para o mundo. Só que a sua portinha um dia vira pó, e você morre sem nunca ter vivido, e você deixa de existir sem nunca ter sido notado. Você é mais uma cara produzida na foto de mais uma festa produzida, é um coadjuvante feliz dessa palhaçada de teatro que é a vida. Você aceitou tudo, você trocou as incertezas da sua alma pelas incertezas da moça da novela, porque ver os problemas em outros seres irreais é muito mais fácil e leve, além do que, novela dá sono e você não morre de insônia antes de dormir (porque antes de dormir é a hora perfeita para sentir o soco no estômago). Você aceita a vida, porque é o que a gente acaba fazendo para não se matar ou não matar todos os imbecis que escutam você reclamar horas sem fim das incertezas do mundo e respondem sem maiores profundidades: relaaaaaaaaaaaaxa! Eu não vou fumar, eu não vou cheirar, eu não vou beber, eu não vou engolir, eu não vou fugir de querer me encontrar, de saber que merda é essa que me entristece tanto, de achar um sentido para eu não ser parte desse rebanho podre que se auto-protege e não sabe nem ao certo do quê. Eu não vou relaxaaaaaaaaaaaaaaaaaar.” — Tati Bernardi

  • Text 1
    Notes Fiz fantasias. No meu demente exercício para pisar no real, finjo que não fantasio. E fantasio, fantasio.

    Caio F.

  • Photo Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam.E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastros nem pistas.Talvez, ele passe a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso.Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças.As boas.Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você.Todos os dias.E, ainda assim, preferir o silêncio.Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros.Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes.Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta.Não há escape.Talvez, ele perveba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria.Você não sabe.Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão Paris.Talvez, ele volte.Ou não.
Caio F.

    Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam.E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastros nem pistas.Talvez, ele passe a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso.Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças.As boas.Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você.Todos os dias.E, ainda assim, preferir o silêncio.Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros.Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes.Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta.Não há escape.Talvez, ele perveba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria.Você não sabe.Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão Paris.Talvez, ele volte.Ou não.

    Caio F.

  • Photo  ” Nada é eterno.O café esfria, o cicarro apaga, o tempo passa, as pessoas mudam.”

    Nada é eterno.O café esfria, o cicarro apaga, o tempo passa, as pessoas mudam.”

  • Photo
  • Photo
  • Photo 35
    Notes drunkrascal:

Desliga essa rádio, vamos dormir, amanhã nós resolvemos. Não quero conversar, quero me distrair, quero descansar, estou exausto de tentar dessa maneira equivocada. Não tô evitando, tenta entender que a gente não vai voltar a florescer da noite pro dia. Vamos ter que esperar o sol bater na janela, vamos nos entortar pra luz que nem dois cactos perdidos no asfalto, vamos ter que colocar um pouco de água no vaso e não dá pra ser hoje. Eu sei, eu sei que se adubarmos agora, tentarmos um pouquinho, talvez amanhã nasça algumas raízes mais grossas… Mas entende, tenta entender que as minhas raízes já estão tão entrelaçadas às tuas que não há deus que resolva fazer dilúvio essa madrugada que vai nos afogar. 

Guilherme Hotto.

    drunkrascal:

    Desliga essa rádio, vamos dormir, amanhã nós resolvemos. Não quero conversar, quero me distrair, quero descansar, estou exausto de tentar dessa maneira equivocada. Não tô evitando, tenta entender que a gente não vai voltar a florescer da noite pro dia. Vamos ter que esperar o sol bater na janela, vamos nos entortar pra luz que nem dois cactos perdidos no asfalto, vamos ter que colocar um pouco de água no vaso e não dá pra ser hoje. Eu sei, eu sei que se adubarmos agora, tentarmos um pouquinho, talvez amanhã nasça algumas raízes mais grossas… Mas entende, tenta entender que as minhas raízes já estão tão entrelaçadas às tuas que não há deus que resolva fazer dilúvio essa madrugada que vai nos afogar. 

    Guilherme Hotto.

  • Photo Toda vez que toca o telefone eu penso que é você. Toda noite de insônia eu penso em te escrever, escrever uma carta definitiva que não dê alternativa pra quem lê. Te chamar de carta fora do baralho, descartar, embaralhar você. E fazer você voltar ao tempo em que nada nos dividia. Havia motivo pra tudo e tudo era motivo pra mais. Era perfeita a simetria, éramos duas metades iguais.
-Engenheiros do Hawaii(Perfeita simetria)

    Toda vez que toca o telefone eu penso que é você. Toda noite de insônia eu penso em te escrever, escrever uma carta definitiva que não dê alternativa pra quem lê. Te chamar de carta fora do baralho, descartar, embaralhar você. E fazer você voltar ao tempo em que nada nos dividia. Havia motivo pra tudo e tudo era motivo pra mais. Era perfeita a simetria, éramos duas metades iguais.

    -Engenheiros do Hawaii(Perfeita simetria)

  • Text Todo mundo é um pouco triste e um pouco só.

    Clarice Lispector